domingo, 7 de agosto de 2011

Compras na França - Para a casa

Quanto estive na França bem em lua de mel, agora em junho, como boa moça casadoira e que adora comer bem, me empolguei para comprar algumas coisas para a casa, mais especificamente para a cozinha.
Comprei principalmente temperos, vinhos, azeite e um único utensílio, uma tábua de cortar com design inglês. Entojada ou o quê? rsss
As minhas comprinhas para a casa foram:
Vinhos
Compramos quatro garrafas que trouxemos para casa. Três na França e uma no free shop de Lisboa.
Em Lisboa, compramos o Sandeman, um vinho do Porto da uva Tawny envelhecido 10 anos. Uma delícia. Perfeito para terminar a refeição ou acompanhar uma sobremesa, especialmente se for de chocolate, como o brownie que eu fiz hoje (orgulho!).
E na França mesmo, compramos três, mas ainda não tivemos coragem de tomar nenhum. Dois são da região de Chateauneuf du Pape, numa indicação do ortopedista, porque médico também é cultura. O que tem a figura do Papa Gregório é para consumo imediato, já o outro, segundo a loja, estará pronto para consumo em 2014. Anotei no rótulo para não esquecer. E olha que romântico, daqui a alguns anos, abrirmos o vinho que compramos na nossa lua de mel. Muito bom!

Vinho do Porto e o vinho que abriremos em 2014 (yay!)

E, por último, o vinho que foi mais caro, que é um vinho tinto da Borgonha. Como todos os tintos da Borgonha, a uva é a Pinot Noir, que é a minha preferida. A safra é de 2005, que foi muito boa e é um Grand Cru, que é top. Devemos abrir no nosso aniversário de um ano de casório.

Vinho da Borgonha e o vinho do Papa

Já os temperos, compramos:
Flor de Sal de Guerande. Comprei meio sem saber o que era, mas sabendo que era um sal especial. Depois, usando e pesquisando, descobri que é um sal que não deixa a comida salgada como o nosso sal e, como é colhido de forma especial, tem muitos minerais marinhos e não sobrecarrega os rins, como o sal comum. Além disso, ele não é refinado, então dá toda uma crocância no prato. Tô amando!
Flor de Pinot. É uma flor de sal aromatizada com a uva Pinot Noir. Ainda não usei, mas o cheiro é delicioso.
Mostarda de Dijon da marca Edmond Fallot. Delícia em potinho! Eu não gostava de mostarda, mas é porque não tinha experimentado essa. Muito deliciosa e muito picante. Do tipo que se exagerar, a gente chora. Mas vou chorar mesmo quando acabar! Será que eu acho dessa aqui em SP?

Temperos queridos

Ervas de Provence. Comprei esse sacão de ervas de Provence e jurava que não ia conseguir embarcar. Tipo: ervas no vôo internacional? Mas não aconteceu nada. Elas vieram nesse saco mais rústico, mas quando chegamos aqui passamos para o pote de azeitonas reciclado (somos finos, ou o quê?). As ervas vêm secas e têm manjericão, orégano, tomilho, salsinha, alecrim e coisas que não consegui traduzir. O aroma é muito forte, então tem que usar com parcimônia.

Erva da boa!

Azeites
Compramos dois: um no free shop de Lisboa e outro na França.
Em Lisboa compramos o azeite com pimentas. Breve historinha: na França, eles têm o hábito de comer pizza com azeite bem apimentado. Marido adorou e resolvemos comprar este azeite. Quando chegamos aqui, descobrimos que ele não é quase apimentado, mas quando as pimentinhas caem junto, fica uma delícia.
Azeite provençal. Tinha visto por aí que o azeite provençal era excelente, o que faz todo sentido, já que a Provença é mediterrânea e tem tradição de produção de azeites há mais de dois mil anos, quando os romanos chegaram por lá. E este azeite é realmente uma delícia. Sabor e aroma incrível. Usamos só para finalizar alguns pratos, porque é um sacrilégio enorme cozinhar com ele.

Delícias!

Utensílio:
Comprei essa tábua de corte dobrável na cor vermelha. Comprei numa lojinha muito legal que tem na rua do Museu D'Orsay, em Paris. Vi que tem para vender no Brasil e inclusive, está em oferta no Ponto Frio. Achei o máximo, principalmente pelo design: depois que você corta as coisas, ela vira uma pá para colocar as coisas na panela. Não tem aquela coisa dos ingredientes caindo pelos lados.

A minha é mais bonita, tá, seu moço?

Gostaram das minhas comprinhas?
E
assim que der, devo postar um vídeo sobre as comprinhas de beaute.
bjs

4 comentários:

  1. Oi Fê! Que comprinhas phynas e deliciosas! Quando meus pais foram para Portugal também trouxeram vinhos e azeites maravilhosos! Dá pena de consumir mas isso não impede né rsrsrssr porque o sabor é divino!
    Aproveite!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bel!
    É bem isso mesmo, mas estamos aproveitando muuito!
    beijoca

    ResponderExcluir
  3. Eu curti cada coisa... Só fiquei realmente surpreso com a tecnologia dessa tábua. Incrível!

    ResponderExcluir

Comentem loucamente!