quarta-feira, 27 de junho de 2012

Testei e não aprovei: Carmex

O Carmex tão incensado (para usar um termo que vi na Vogue) por aí não me agradou.

Ganhei numa compra que fiz (ainda bem que não paguei nada) e já coloquei na bolsa para começar a usar. Como o tempo andava muito seco aqui em São Paulo, usava várias vezes por dia. Não sentia nenhum hidratação incrível, mas dava para o gasto. 



Comigo não, violão!

Após umas três semanas de uso, comecei a sentir um canto da boca mais sensível. Aos poucos, depois de uns dois dias, esse canto começou a ficar ardido. E eu continuava com o Carmex. Uma noite, conversando sobre isso com marido, me ocorreu que o problema poderia ter sido causado porque o Carmex dá uma ardência quando passamos nos lábios, para dar a impressão de ser refrescante.

Como já usei outros balms com essa sensação refrescante nunca tive problema, fiz um teste bem básico: parei de usar o Carmex e passei o meu bom e velho lip balm azulzinho da Nívea. Resultado: após um dia sem usar o Carmex e
usando o balm da Nívea, meus lábios voltaram ao normal.

Ou seja, Carmex, para mim, nunca mais.

E viva o Nívea azulzinho, querido, bom, eficiente, fácil de achar e barato!

4 comentários:

  1. tava curiosa pra comprar esse balm mas depois da sua resenha já desisti! haha
    beijos
    http://cantinhodecosmeticos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Bia, para mim não rolou, não.
      bjs

      Excluir
  2. Meninas, a Granadao tem 3 tipos de gloss que são melhores e mais baratos que o Carmex. Melhor ainda: é fabricado no Brasil e pode ser comprado no site da GRANADO.

    ResponderExcluir
  3. Carmex só é caro para quem não sabe a fonte. Eu comprei o meu no ebay e paguei R$3.40. Achei mt barato.

    ResponderExcluir

Comentem loucamente!